Blog

O ano de 2010 se inicia com boas projeções para o mercado brasileiro, em especial para as pequenas e médias empresas. No entanto, esse cenário demonstra duas importantes facetas, a primeira diz respeito às empresas que conseguiram crescer em bases sustentáveis, e a segunda diz respeito às empresas que cresceram sem planejamento. O que há de comum entre elas: o crescimento.

Mas o desafio que elas encontrarão na próxima década certamente exigirá mais do que nos últimos 30 anos. Isso porque, além de encontrarem um mercado mais competitivo e globalizado, terão como principal desafio a boa performance de suas lideranças.

Quando falamos em eficiência e eficácia logo vêm à mente as palavras: objetivos e processos. Será que é possível ser eficiente e eficaz, ou seja, ser ágil, rápido nos processos e alcançar os resultados almejados quando estamos executando algo que não nos preenche?

Será que vale a pena arriscar projetos, imagens, tanto da empresa quanto do colaborador, simplesmente porque precisamos ser multiuso e multifuncional, como o mundo dos negócios nos dita?

Será realmente que vale a pena?